São Sebastião:
Inesquecível

No ano de 2010, 1800 estudantes de escolas públicas de São Sebastião foram levados em ônibus escolares para sessões de cinema no Cinemark do Pier 21, em Brasília. Na sessão de abertura, noturna, os estudantes escolheram assistir ao filme Tropa de Elite 2 (José Padilha) e nas sessões matutinas, escolheram o filme As Melhores Coisas do Mundo (Laís Bodanzky).

Comentário das alunas Rayssa Nunes e Bruna Ribeiro, que em 2010 cursavam o oitavo ano no CEF São Bartolomeu, Brasília - DF:

“No dia 26 de Novembro (de 2010) nós estudantes do colégio CEF São Bartolomeu,tivemos a oportunidade de vivenciar fora da sala de aula,uma experiência única e divertida.
Fomos convidados pelo projeto Vamos ao Cinema!, para assistir ao filme ‘As Melhores Coisas do Mundo’ de Laís Bodanzky. O filme tem como foco um adolescente comum, Mano, que enfrenta várias situações em seu dia-a-dia que o fazem refletir sobre vários assuntos típicos
dessa fase que tanto ‘mexe’ com a gente.
Além do Bullying, o filme também retrata as reações que nós temos ao encarar a primeira desilusão amorosa, a separação dos pais, a pressão dos amigos em vários momentos e também a importância do apoio das pessoas queridas quando mais precisamos.
Muitos alunos julgaram o filme como ‘triste demais’, mas não é exatamente isso. ’As melhores coisas do mundo’ tinha como objetivo, na minha opinião, fazer com que cada um de nós relacionasse cada cena com a nossa realidade e perceber o quão desatentos somos em relação a momentos importantes das nossas vidas ao invés de tentar compreender com mais facilidade o que se passa com a gente, com o nosso mundo.
É importante destacar também a música Something, da banda The Beatles, tocada por Mano ao longo do filme. Muitos não entenderam, mas a letra da música em si não era o foco, e sim o desenvolvimento que o protagonista tinha e o esforço que ele fazia para aprendê-la que, assim como em sua vida, exigia dedicação para tocá-la na harmonia certa.
Após assistirmos ao filme, tivemos um breve momento com um crítico de cinema que deixou sua opinião e respondeu a algumas questões dos alunos. Segundo ele, o filme poderia ter sido melhor se tivesse sido mais trabalhado os temas apresentados.
A manhã que tivemos foi realmente interessante e foi satisfatória porque nos tirou da rotina escolar de uma forma que ao mesmo tempo nos descontraiu e nos ensinou. Quem assistiu ao filme com certeza não irá mais esquecer.”

Galeria

0
Alunos